Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

617 árvores nativas estão sendo plantadas na Avenida Itavuvu

4 de junho de 2020 16:50

Por: Mariana Campos - macampos@sorocaba.sp.gov.br



Essa é a primeira etapa da recomposição vegetal da Avenida Itavuvu. Ao todo, a região ganhará mais de 3 mil árvores nativas

Como parte da compensação ambiental pela construção das estruturas do BRT na avenida Itavuvu firmada entre o Concessionária BRT e a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), teve início o plantio das 617 árvores nativas de pequeno, médio e grande porte ao longo da via, tanto nas calçadas quanto no canteiro central. Além dessas, na sequência, a concessionária vai plantar mais de 2.500 exemplares em áreas públicas próximas à avenida, como parques e praças, totalizando mais de 3 mil árvores.

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente, a concessionária está utlizando nos plantios mudas arbóreas com mais de 3 metros de altura, com diâmetro à altura do peito (DAP) de 5 cm no canteiro central e de 3 cm nas calçadas, garantindo a efetividade do plantio. Entre as espécies utilizadas para o enriquecimento arbóreo da avenida Itavuvu estão a aroeira-salsa, aroeira-pimenteira, quaresmeira, ipê-amarelo, ipê-roxo, ipê-rosa, canafístula, pau-ferro, sibipiruna e falso-barbatimão, árvores que irão fornecer floradas com colorações e épocas distintas.

A presença da arborização urbana tem comprovada eficiência para a estabilidade microclimática, redução da insolação direta e redução da velocidade dos ventos, além da melhoria das condições para a biodiversidade, redução de ruído, entre outros, desempenhando assim um importante papel na melhoria da condição ambiental das cidades e, consequentemente, a melhoria na qualidade de vida da população.

BRT e o conceito de sustentabilidade

O BRT é uma obra importante de mobilidade urbana de Sorocaba, que promoverá o desenvolvimento sustentável do município, com eficiência energética, reduzindo significativamente a emissão de poluentes e gases de efeito estufa, na medida que vai incentivar a utilização do transporte público na cidade, melhorando a qualidade de vida de todos. Segundo estimativa, o sistema de BRT poderá evitar a emissão de 101.750 t CO2 ao ano.

Além disso, com exceção da frota de ônibus, todo o sistema BRT terá energia sustentável, com placas fotovoltaicas de energia solar, que serão responsáveis por abastecer de energia limpa as unidades administrativas e operacionais, instalações e estruturas fixas como os terminais de embarque e desembarque e pontos de parada. Placas solares promovem eficiência energética, economia e redução de impactos ambientais. Com isso, Sorocaba torna-se pioneira no segmento de transportes de ônibus ao investir 100% no uso de energia fotovoltaica como fonte alimentadora.

O BRT também contará com o sistema de reúso de água da chuva nos terminais Vitória Régia, São Bento e Nova Manchester. Ao todo, serão 28 estações BRT ao longo dos corredores e quatro estações de integração. Na Itavuvu serão 12 estações, sendo duas delas de integração das linhas. As estações terão wi-fi e são construídas pensando na acessibilidade das pessoas, já que estão niveladas à altura de embarque aos ônibus do sistema. Também terão também câmeras de segurança sem pontos cegos dentro da estação, proporcionando 100% da área monitorada.


Saiba mais