Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Parque Tecnológico acelera a produção de escudos faciais

9 de abril de 2020 19:12

Por: Marcelo Macaus - PTS


Apesar do feriado prolongado e do ponto facultativo decretado pela Prefeitura de Sorocaba nesta quinta-feira (9), o trabalho de produção de escudos faciais no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) segue intenso. Mais de 50 pessoas estão empenhadas na confecção do equipamento de proteção, que será destinado às unidades de saúde da cidade e da região.

O presidente do PTS, Roberto Freitas, esteve no local, na tarde desta quinta-feira (9), acompanhando os trabalhos. “Já fabricamos três mil máscaras e a meta é chegar a 18 mil”, comenta. “Por isso, a nossa produção será acelerada a partir desta sexta-feira, quando conseguiremos produzir cerca de mil equipamentos por dia.”

Conforme Roberto Freitas, cada escudo facial leva cerca de uma hora para ficar pronto e custa R$ 6. O trabalho é desenvolvido por startups, entre elas a Pi Project Robótica e Automação, por empresas e pelo campus Sorocaba do IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo).

O presidente do PTS explica que os equipamentos oferecem proteção extra aos profissionais de saúde – médicos, enfermeiros e outras pessoas que estão na linha de frente ao combate ao coronavírus (Covid-19) – e permitem a utilização por mais tempo que as máscaras convencionais.

Como membro do Comitê Municipal de Avaliação e Combate ao Coronavírus, Roberto Freitas ressalta a importância do isolamento social para o controle da doença. “Neste mês [referindo-se a abril] é importante mantermos a quarentena para reduzirmos internações e mortes”, observa. “Além disso, a prefeita Jaqueline Coutinho tem tomado todas as medidas cabíveis para evitar a disseminação da pandemia em nosso município.”


Saiba mais