Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Prefeitura cria comissão para aprimorar o acolhimento às pessoas em situação de rua em parceria com entidades

6 de fevereiro de 2021 17:46

Por: Bruno Rodrigues


 

A Prefeitura de Sorocaba se reuniu, na manhã deste sábado (6), no auditório da Secretaria de Cidadania (Secid), com entidades que distribuem alimentos às pessoas em situação de rua na cidade.

Durante o evento, o prefeito Rodrigo Manga, junto com os secretários da Cidadania, Clayton Lustosa, da Segurança Urbana (Sesu), Cel. Vitor Gusmão, e o Controlador-Geral do Município, João Alberto Corrêa Maia, estreitaram a parceria com as organizações, a fim de aprimorar e estruturar o atendimento humanizado com acolhimento, assistência e acompanhamento dessas pessoas.

O secretário Calyton Lustosa abriu o encontro com uma apresentação, exibindo um mapeamento feito pela Secid, que apresenta dados e os perfis das pessoas em situação de rua. “Este levantamento contribuirá para aprimorarmos o atendimento a essas pessoas. Com a nossa equipe de abordagem social, identificamos os motivos por elas estarem nessa situação, de onde elas vêm e como podemos ampará-las. Nossa ideia é ajudar verdadeiramente essas pessoas”, salientou.

Na sequência, a coordenadora de Saúde Mental, Eline Araujo Vitor, explicou como a Prefeitura pode prestar cuidados às pessoas de rua com transtorno mental. “Com ajuda da população, nos informando sobre esses casos, nós analisamos todas as situações de maneira singular. Em alguns casos, realizamos encaminhamentos conforme as demandas e, também, estamos ampliando o acesso dessas pessoas à rede de atendimento”, frisou.

O secretário, Cel. Vitor Gusmão, enfatizou sobre a participação da Guarda Civil Municipal (GCM) na abordagem social de forma técnica, que garanta a segurança para essas pessoas e todas as equipes envolvidas. “É importante destacar que a abordagem é feita por profissionais qualificados, que verificarão se essas pessoas não estão portando armas. Após verificada a sua situação criminal junto ao sistema judicial, os agentes sociais passam a atuar”, disse.

Por fim, o prefeito Rodrigo Manda enalteceu a importância do trabalho das entidades e a aproximação do Poder Público na facilitação dessas ações. “Flexibilizamos, por meio de um decreto, um caminho para articular com a iniciativa privada, ações que facilitem o atendimento dessas pessoas e contem com a nossa estrutura para acompanhá-las”. Durante o evento, ele convidou o Padre Wagner Lopes Ruivo e o Padre Tadeu Rocha Moraes para compor a mesa de honra representando todas as entidades participantes.

Por sugestão do prefeito, firmou-se a criação de uma comissão composta pelas pastas Secid, Sesu, Controladoria Geral do Município e um representante de cada entidade presente na reunião. “Com isso, nós vamos fazer o encaminhamento de cada caso e, juntos, vamos recuperar a história de vida dessas pessoas, de forma digna e humanizada”, completou.

A reunião contou com a presença do vereador, Pr. Luis Santos, representando a Câmara Municipal e de representantes das seguintes entidades: Acap; Amizadaria Solidária; Anjos do Bem; Caridade: Amor em Ação; Casas André Luiz; Catedral de Sorocaba; Doadores de Amor; Grupo Juca; Lafidi; Mancha Verde; Paróquia São José Operário; Pastoral Helena Padilha; Projeto Alimentação em Verdade; SOS – Serviço de Obras Sociais e Sopão do Bem. Também participam da ação as entidades Protetores da Noite e Sociedade Civil.

Em breve, a Prefeitura de Sorocaba lançará, por meio da Secretaria de Cidadania, um grande projeto na área social chamado HumanizAção. O objetivo é proporcionar às pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social serviços de assistência social, saúde e todo amparo possível para que essas elas tenham a chance de serem reintegradas ao convívio da família e da comunidade.


Saiba mais