Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Prefeitura dobra o número de leitos no Hospital de Campanha

10 de junho de 2020 17:44

Por: Marcelo de Almeida Júnior - marcalmeida@sorocaba.sp.gov.br


O total de leitos clínicos passou de 20 para 40

Diante do aumento de internações na cidade por conta do novo coronavírus, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), dobrou o número de leitos no Hospital de Campanha “Douglas Barbosa de Medeiros”. A partir desta quinta-feira (11), o local contará com 40 leitos clínicos para atender à população, além de dois leitos de estabilização para assistir aos pacientes que tenham piora. Anteriormente, o hospital possuía 20 leitos ativos.

Segundo a SES, o hospital continua sendo gerenciado por servidores da área da saúde. Nesta terça-feira (09) o hospital tinha 17 pacientes internados, sendo 16 nos leitos clínicos e um no leito de estabilização. O Hospital de Campanha possui capacidade máxima de 84 leitos. A ampliação será feita gradualmente, conforme a demanda da cidade.

Ampliação dos leitos de UTI

Para que seja possível promover um atendimento de qualidade e com capacidade aos acometidos pela Covid-19, a Prefeitura de Sorocaba ampliará nos próximos dias os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Santa Casa. Atualmente, o local possui 30 leitos de UTI e passará a ter 40. Essa será a segunda vez que a prefeitura amplia os leitos Covid. No mês de junho, o aumento foi de 20 para 30.

De acordo com a prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, a ampliação será possível mediante o recebimento de mais 10 respiradores do Governo do Estado de São Paulo, nesta quarta-feira (10). Os equipamentos já estão na Santa Casa. Por conta desse aumento nos leitos de UTI, 10 leitos clínicos passarão à UPH Zona Leste.

“Estamos fortalecendo toda a assistência em saúde, desde o início da pandemia. Conquistamos mais 10 respiradores e poderemos ampliar nossos leitos de UTI. Além disso, possuímos o Hospital de Campanha e a UPH Zona Leste, que é a unidade referência no atendimento Covid-19. Também intensificamos a testagem na cidade, por meio de nossas unidades de saúde”, ressalta Jaqueline.

Para o médico e secretário da Saúde, Ademir Watanabe, é importante que a população tenha consciência e sensibilidade de como combater a propagação do vírus. “Durante esta pandemia, o melhor “tratamento” é o isolamento social. Sabemos que muitas pessoas precisam trabalhar e não possuem condições de ficar em casa. Diante dessa situação, pedimos que esse público adote as medidas preventivas, como o uso de máscara, higienização das mãos e outras ações de etiqueta respiratória. O ideal é que só saia de casa quem realmente precise. Somente dessa forma evitaremos a contaminação e a superlotação de nossos leitos”, orienta Watanabe.


Saiba mais