Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Roberto Freitas reassume presidência do PTS para iniciar processo de transição

9 de dezembro de 2020 13:20

Por: Marcelo Macaus / PTS


Consultor em empreendedorismo e inovação, Roberto Freitas reassumiu, no início desta semana, a presidência do PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba), função que havia deixado, há seis meses, para concorrer nas eleições municipais.

Ele aceitou o convite da atual prefeita Jaqueline Coutinho (PSL) para conduzir o processo de transição ao próximo prefeito eleito, que assume em 1º de janeiro de 2021. Assim, já está preparando o relatório de ações realizadas, ao longo de três anos e meio, com o maior número de informações relevantes.

Roberto Freitas espera que o novo governo possa dar sequência ao trabalho eficiente e de referência que ali é executado. Também pretende ajudar o novo gestor em seu planejamento para o futuro. “O grande legado que deixamos foi a reorganização do Parque Tecnológico frente aos novos desafios”, afirma.

Ele adianta que, ao longo de quase quatro anos, o Parque Tecnológico de Sorocaba alcançou números relevantes. Com relação às startups, por exemplo, foram 346 aceleradas – aumento de 350%, se comparado com a gestão que terminou em 2016.

O PTS também recebeu investimentos privados de aproximadamente R$ 5 milhões; atraiu uma universidade que deve investir mais de R$ 100 milhões no próximo ano e capacitou mais de mil pessoas com cursos e workshops ligados ao mercado do futuro. “Mais de 30 mil pessoas passaram pelo Parque nos últimos três anos”, acrescenta.

ESTRUTURADO E PLANEJADO

Roberto Freitas não tem dúvidas de que vai passar à próxima administração um Parque Tecnológico completamente estruturado, planejado e que contribuiu, com ações efetivas, para o desenvolvimento tecnológico da Região Metropolitana de Sorocaba.

Ele cita que, no período em que esteve na presidência do PTS, foram criados dez eixos de trabalho que passa pela educação do futuro, apoio ao empreendedor, desenvolvimento, indústria 4.0, cidades inteligentes e economia criativa.

Outro legado importante, complementa, são as parcerias. “Hoje o Parque Tecnológico tem parceria com praticamente todas as entidades de fomento ao empreendedorismo inovador de Sorocaba e região e com todas as universidades”, conclui.


Saiba mais