Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Saae trabalhou em três frentes na paralisação da ETA

5 de fevereiro de 2020 17:49

Por: Carlos Lara - carloslara@saaesorocaba.sp.gov.br


funcionários do SAAE trabalhando nas frentes de paralisação da ETA.

Aproveitando a paralisação momentânea da Estação de Tratamento de Água “Dr. Armando Pannunzio” (ETA Cerrado), necessária para a realização de uma manutenção emergencial, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba manteve três frentes de trabalho na manhã desta quarta-feira (05), em intervenções que também exigiriam a interrupção das operações da principal unidade produtora e distribuidora de água tratada na cidade.

“Conseguimos fazer de um momento de emergência uma solução para outras duas intervenções importantes que estavam pendentes, justamente por exigirem a paralisação da ETA e desta forma aguardávamos um momento oportuno para não penalizar a população. Desta forma, as equipes necessárias foram mobilizadas e organizadas, reunindo os diversos departamentos e setores, e os seus respectivos profissionais, e de uma forma bastante integrada e comprometida executamos as três intervenções com sucesso e dentro do prazo programado”, destaca o diretor-geral da autarquia, engenheiro Mauri Gião Pongitor.

A manutenção que deu origem à necessidade de interrupção das operações da ETA Cerrado ocorreu no final da rua Nhá Quitéria, entre o Jardim Zulmira e a Vila Barão, zona norte da cidade, numa travessia sobre o córrego existente, onde uma linha de adução de 500 milímetros de diâmetro apresentou um deslocamento lateral em uma de suas juntas, com risco de desconexão caso não fosse novamente alinhada.

Nesta intervenção, a equipe da autarquia que esteve no local precisou da força hidráulica de uma retroescavadeira, cujo operador usou a concha da máquina para recolocar a tubulação no seu alinhamento, sobre a estrutura de concreto de sustentação, que depois de ultrapassado o momento crítico receberá nesta quinta-feira (06) um reforço estrutural, com a instalação de perfis metálicos e braçadeiras.

Interligação de adutora e troca de válvula

As outras duas intervenções executadas pela autarquia, aproveitando a necessidade da paralisação, ocorreram no interior da ETA Cerrado, de forma simultânea, por equipes diferentes.

Numa delas, os funcionários do Saae concluíram a primeira das duas interligações da nova adutora de água tratada que está sendo implantada para ampliar o abastecimento da zona oeste da cidade. Essa nova adutora, de 800 milímetros de diâmetro, tem 1.751 metros de extensão e o seu traçado tem início na ETA Cerrado, seguindo pelo Jardim Magnólia e Jardim Europa, até chegar na avenida Santa Cruz, onde será realizada a segunda e última interligação, no cruzamento com a rua Serafina Milego Latorre.

A terceira e última frente de trabalho, também dentro da ETA Cerrado, mobilizou os funcionários para a substituição de uma grande válvula da tubulação que abastece quatro Centros de Distribuição da zona norte da cidade. Essa válvula que precisou ser trocada estava emperrada e impedia a realização de manobras, necessárias para a distribuição e direcionamento de água, bem como para as situações de manutenções em possíveis vazamentos ao longo do seu traçado.

As intervenções tiveram início às 5h desta quarta-feira e foram concluídas às 10h, conforme o inicialmente planejado, quando então as bombas da ETA Cerrado foram gradativamente religadas e o abastecimento começou a ser retomado e normalizado.


Saiba mais