Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Sociedade pode contribuir com o estudo de vulnerabilidade e risco climático de Sorocaba

19 de junho de 2020 16:29

Por: Mariana Campos - macampos@sorocaba.sp.gov.br



A coleta de dados será feita de forma on-line até a próxima quinta-feira (25)

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), o ICLEI América do Sul e a Way Carbon deram início ao Estudo de Vulnerabilidade e Risco Climático de Sorocaba. Representantes do poder público, instituições de ensino, ONGs, pesquisadores, empresas e outras pessoas que queiram participar deste processo podem enviar suas contribuições de forma on-line através do site da Sema: http://meioambiente.sorocaba.sp.gov.br/. A coleta de dados será feita até a próxima quinta-feira (25).

A iniciativa dá continuidade à implementação do projeto Urban-LEDS II, do qual Sorocaba faz parte, que visa tornar as estratégias de desenvolvimento de baixa emissão uma parte fundamental da política e planejamento urbano nas cidades. A empresa Way Carbon é a responsável por fazer a análise de risco e vulnerabilidade climática das cidades participantes do Urban-LEDS II.

Uma avaliação de risco climático procura compreender os riscos climáticos atuais e futuros e os potenciais impactos desses sobre a cidade e seus habitantes, bem como das capacidades existentes para enfrentar problemas climáticos no presente e futuro. A avaliação desses aspectos é fundamental para informar a priorização de ações e investimentos em adaptação e resiliência climática.

Esse trabalho será desenvolvido nos próximos meses e contribuirá com essa análise de impactos sobre o meio físico (inundação e deslizamento) e sobre a saúde (doenças transmissíveis e ondas de calor). A previsão é que o estudo seja finalizado em setembro.

Sorocaba vem realizando ao longo dos últimos anos diversas ações para o enfrentamento às consequências da mudança do clima. Além da adesão ao ICLEI e à participação no projeto Urban LEDS, Sorocaba já fez o seu Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE), elaborou a Política Municipal sobre Mudanças Climáticas e firmou compromisso com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia. Neste momento está sendo finalizado o segundo inventário de GEE, com dados até 2017, e a projeção de cenários de emissões de gases de efeito estufa para os próximos anos.

Mais informações ou dúvidas sobre a coleta de dados podem ser obtidas pelos e-mails: diogo.meneses@iclei.org, melina.amoni@waycarbon.com e gregory.pitta@waycarbon.com.

Sobre o Urban-LEDS II

O projeto Urban-LEDS II: Acelerando a ação climática por meio da promoção de Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono é implementado pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e ONU-Habitat e financiado pela Comissão Europeia. Na sua segunda etapa, o projeto abrange quatro novos países – Colômbia, Ruanda, Laos e Bangladesh-, além dos quatro países participantes da primeira etapa – Brasil, Índia, Indonésia e África do Sul.

Com um investimento de 8 milhões de euros, o projeto apoia aproximadamente 60 cidades ao redor do mundo, na condução de suas estratégias climáticas alinhadas ao Acordo de Paris. No Brasil, oito cidades participam do projeto desde a primeira fase (2012-2016): Betim/MG, Belo Horizonte/MG, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Porto Alegre/RS, Rio de Janeiro/RJ, Recife/PE e Sorocaba/SP. Saiba mais, acessando o site do projeto: https://urban-leds.org/.


Saiba mais