Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Sorocaba está na 6ª posição no ranking das melhores do Brasil em gestão Pública

20 de fevereiro de 2020 11:27

Por: Marcelo Andrade – maransantos@sorocaba.sp.gov.br


Sorocaba voltou ser destaque no cenário nacional. Desta vez a cidade aparece na 6ª posição no País, num ranking que mostra a qualidade dos serviços prestados à população, dentro do Índice de Desafio da Gestão Municipal (IDGM) e que avalia 100 cidades brasileiras com mais de 273 mil habitantes.

Sorocaba voltou ser destaque no cenário nacional. Desta vez a cidade aparece na 6ª posição no País, num ranking que mostra a qualidade dos serviços prestados à população, dentro do Índice de Desafio da Gestão Municipal (IDGM) e que avalia 100 cidades brasileiras com mais de 273 mil habitantes. Sorocaba subiu duas posições em relação ao índice do ano passado e está à frente de importantes cidades, incluindo capitais, como Curitiba (8ª); Belo Horizonte (13ª); Florianópolis (25ª); São Paulo (18ª); Rio de Janeiro (46ª); Porto Alegre (49ª); Fortaleza (72ª); Campinas (12ª); Guarulhos (48ª), Santos (11ª) e Ribeirão Preto (10ª). Em uma década Sorocaba avançou 50 posições, subindo da 56ª para a 6ª.

O estudo é uma realização da Macroplan, renomada empresa de consultoria, em parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC); WeGov, Portal Meu Município e Colab. O levantamento priorizou indicadores finalísticos com dados atualizáveis de fontes oficiais de informação, como IBGE; DataSus; Inep e Ipea, entre outros, disponíveis para todos os municípios brasileiros. De acordo com a Macroplan, busca-se fornecer uma visão comparativa e evolutiva da situação do município, sempre que possível, ao longo da última década.

O IDGM é construído a partir de um índice sintético que reúne 15 indicadores em quatro áreas: Educação; Saúde, Segurança e Saneamento e Sustentabilidade. O índice varia de 0 a 1 e quanto mais próximo de 1 melhor o desempenho do município. No ranking geral do IDGM Sorocaba aparece com pontuação de 0,723, índice que a coloca na 6ª colocação. A cidade subiu duas posições em relação ao ano passado e, em relação a 2018, quatro.

No documento os técnicos da Macroplan destacam o potencial de Sorocaba, o 30º município com maior população do Brasil, e o 9º do Estado de São Paulo com mais de 670 mil habitantes, cujo PIB é de R$ 32,6 bilhões e seu PIB per capita R$ 42.764,72, ocupando a 18ª posição entre os 100.

Educação ocupa a 9ª posição

Nos componentes do índice tem destaque a 9ª posição de Sorocaba no País na área de Educação. Para se ter ideia, no que se refere às matrículas na creche (razão entre o total de crianças de 0 a 3 anos de idade e o nº de matrículas na creche), ela passou da 22ª posição em 2007 para a 9ª no ano passado, conforme revela o estudo divulgado esta semana. 

Um dos fatores que contribuíram para a elevação no ranking  foi o crescimento de 1,50 ponto na nota  média dos alunos no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Já em relação às matrículas na pré-escola (razão entre o total de crianças de 4 a 5 anos de idade e o nº de matrículas na pré-escola), a cidade passou do 13º lugar para o 1º, fator que contribuiu para o 9º lugar no componente Educação.

Saneamento, Saúde e Segurança

Em saneamento e sustentabilidade Sorocaba melhorou duas posições, passando para a18ª posição no País. Já em nível estadual a cidade fica em 10º lugar.  Sorocaba, segundo o estudo, alcançou 98,49% da população atendida por serviço de abastecimento de água, em 2018. Esse porcentual foi superior, ainda segundo revela o estudo, à média das 100 maiores cidades do País.

Dos mais de 5 mil municípios existentes no Brasil, Sorocaba está na 23ª posição no que se refere à área da Saúde, subindo seis posições no ranking em relação ao estudo divulgado no ano passado.  Em nível estadual, a cidade ocupa a 7ª posição. Ainda em relação à saúde, por exemplo, no que se refere às consultas pré-natal (proporção de nascidos vivos de mães com 7 ou mais consultas de pré-natal), a cidade ocupa a 5ª posição entre os 100 municípios do País avaliados.

Já na questão da Atenção Básica (% da população com cobertura das equipes de atenção básica), Sorocaba está na 63ª posição, melhorando quatro posições em relação a 2007. Em relação à mortalidade infantil, Sorocaba ficou na 28ª posição no País.

Em relação à Segurança, Sorocaba ficou na 19ª posição no País, melhorando duas posições em relação ao estudo do ano anterior. Um dos fatores que contribuíram, segundo o estudo, foi a taxa de homicídios, menor que a média dos 100 maiores municípios do País, da mesma forma, os óbitos decorridos em acidentes de trânsito.

Coleta de lixo: 1º no ranking

Na coleta de lixo Sorocaba passou da 60ª posição em 2007 para a 1ª no  estudo do IDGM deste ano e que foi divulgado esta semana. Vale lembrar que outro estudo, do Indsat, demonstrou que, pela terceira vez consecutiva, a coleta de lixo em Sorocaba apresentou melhora no índice de satisfação. O serviço, de responsabilidade da Consórcio Sorocaba Ambiental, fechou o 4º trimestre de 2019 avaliado como “ótimo” ou “bom” por 84% dos entrevistados.

“Desde o início da nossa gestão tenho destacado que o compromisso desse governo é com a transparência, moralidade administrativa e com a recuperação econômica do município. E, enfrentar com eficácia os desafios de gestão municipal no Brasil de hoje, exige foco; gestão, cooperação, visão e adaptação de boas práticas. E é isso que esse governo tem priorizado, desde quando assumimos”, disse a prefeita Jaqueline Coutinho completando: “Esse, como muitos outros indicadores que são divulgados, volto a dizer, são de extrema importância, pois avaliam a qualidade dos serviços que estamos prestando aos sorocabanos. E esses resultados indicam que estamos no caminho certo, mas que temos que trabalhar ainda mais para tornar Sorocaba uma cidade cada vez mais próspera e com qualidade de vida à  população.”


Saiba mais