Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Startup de Sorocaba desenvolve kits de robótica para escolas de todo o Estado

6 de fevereiro de 2020 12:35

Por: Marcelo Macaus - PTS


Startup da cidade desenvolve kits de robótica para escolas de São Paulo

Uma startup que está instalada no PTS (Parque Tecnológico de Sorocaba) desde novembro do ano passado é a responsável pela produção e a distribuição de kits de robótica para 16 escolas públicas do Estado de São Paulo. Trata-se da Pi Project Robótica e Automação, empresa que tem à frente o jovem empreendedor Lucas Piovani, 21 anos.

Os negócios vêm dando tão certo que, no fim de janeiro, a startup teve a oportunidade de participar da Bett Show, maior evento de tecnologia em educação do mundo, realizado em Londres, Inglaterra. “Foi uma excelente oportunidade para troca de experiências e networking”, comenta Lucas.

A Pi Project fabrica kits de robótica que são utilizados em sala de aula. São materiais didáticos que ensinam, passo a passo, alguns conceitos de lógica e programação. A startup também desenvolve o robô – com sensor, rodas, motor e outros aparatos – que os alunos aprendem a montar no decorrer das aulas.

Lucas explica que o foco principal do kit de robótica é ajudar a criança a desenvolver o raciocínio lógico. “Isso faz com que o estudante não só entenda a robótica como o leva a pensar e a agir em diferentes situações do dia a dia”, acrescenta o jovem empreendedor.

A Pi Project trabalha ainda com automação residencial e industrial. “Acender uma luz pelo celular ou por meio de uma central de inteligência artificial, por exemplo, são algumas das soluções que temos para residências”, detalha. “Já as empresas que se deparam com problemas na linha de produção, que envolvam a parte de programação ou robótica, podem nos procurar.”

Importância do PTS

Lucas Piovani revela que o Parque Tecnológico de Sorocaba tem papel importante no desenvolvimento e na expansão da empresa. Segundo ele, o PTS, por meio do presidente Roberto Freitas, foi o principal apoiar do projeto que hoje está em 16 escolas do Estado.

Ainda conforme Lucas, o Parque Tecnológico incentivou a participação da startup sorocabana na Bett Show, em Londres. “Fizemos contatos com representantes de grandes empresas do mesmo segmento e conhecemos diversos projetos que hoje movimentam a rede mundial da robótica”, comenta.

O jovem empreendedor também trouxe da Inglaterra ideias que pretende implementar em Sorocaba. “Durante a Bett Show pudemos perceber que estamos no caminho certo. Muito do que produzimos aqui, também é produzido em outros países do mundo”, conta. “Este intercâmbio vai nos ajudar a aprimorar os nossos projetos.”

Bett Educar

A experiência internacional motivou Lucas Piovani a participar da Bett Educar, evento que será realizado de 12 a 15 de maio, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. “Em Londres estivemos como visitante, mas aqui no Brasil queremos expor os nossos produtos e soluções”, afirma.

Considerada a maior feira de educação e tecnologia da América Latina, a Bett Educar reúne, todos os anos, cerca de 300 empresas nacionais e internacionais, mais de 20 startups do setor e cerca de 30 mil participantes da comunidade educacional de todos os estados brasileiros.

O presidente do PTS, Roberto Freitas, explica que a finalidade do evento é discutir o futuro da educação e o papel que a tecnologia e a inovação desempenham na formação dos educadores e dos estudantes. “É muito gratificante saber que temos, dentro do nosso Parque Tecnológico, uma startup que está conectada a esta tendência”, finaliza.


Saiba mais

Fotos

22 de setembro de 2020 17:22

21 de setembro de 2020 12:02