Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Visa orienta sobre descarte de lixo doméstico em tempos de pandemia

21 de maio de 2020 15:13

Por: Letícia Campos


Conteiner de lixo

A população sorocabana pode ser grande aliada no trabalho de evitar o risco de propagação do novo coronavírus para os coletores de lixo da cidade. Mais ainda são aquelas pessoas que têm em casa algum caso positivo, ou suspeito para a Covid-19. Mesmo diante de sintomas da doença o cidadão deve redobrar os cuidados no acondicionamento dos resíduos produzidos, auxiliando o município no combate à disseminação do vírus.  Assim,  é importante  descartar os resíduos em sacos plásticos íntegros, sem qualquer rasgo ou possibilidade de vazamento, diretamente nos contêineres. O lixo da coleta mecanizada é colocado nos caminhões e levado para o aterro sanitário, com o menor risco possível pelos coletores.

Segundo orientação da Vigilância Sanitária (Visa), da Secretaria da Saúde de  Sorocaba, as medidas de segurança no descarte de resíduos domiciliares para pessoas com sintomas de COVID-19, ou em isolamento domiciliar por suspeita da doença são, por exemplo, descartar lenços, toalhas, fraldas ou papel higiênico em um primeiro saco de lixo, fechando-o ao final do uso e, depois disso, acondicioná-lo em um segundo saco que também deve ser firmemente fechado. Após este procedimento de acondicionamento em sacos duplos, pode-se com mais segurança, embalá-los junto aos demais resíduos domiciliares e dispô-los para a coleta dentro dos contêineres.

Outra recomendação importante é que, sempre que houver condições físicas que possibilitem armazenar os sacos secundários de forma a evitar o contato com crianças e animais, os mesmos deverão ser mantidos no domicílio do paciente por 72 horas, antes da disposição para a coleta regular.


Saiba mais