Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Workshop on-line de estudo de vulnerabilidade e risco climático de Sorocaba já recebeu quase 90 inscrições

16 de junho de 2020 15:07

Por: Mariana Campos - macampos@sorocaba.sp.gov.br


Em torno de 90 pessoas já se inscreveram para participar do 1º Workshop de Estudo de Vulnerabilidade e Risco Climático de Sorocaba, que ocorrerá nesta quinta-feira (18), das 9h às 11h, de forma on-line pela plataforma Zoom. O encontro reunirá atores estratégicos da cidade para um aprofundamento na análise de risco e vulnerabilidade climática do município, debatendo as necessidades e as visões de cada um. A inscrição é gratuita deve ser feita pelo link: https://bit.ly/2XNk1iq.

Realizado pelo ICLEI América do Sul, Way Carbon e a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), o evento visa apresentar a metodologia para análise de risco às mudanças do clima na cidade. A iniciativa dá continuidade à implementação do projeto Urban-LEDS II, do qual Sorocaba faz parte, que visa tornar as estratégias de desenvolvimento de baixa emissão uma parte fundamental da política e planejamento urbano nas cidades.

Importantes políticas públicas já foram implementadas pela Secretaria do Meio Ambiente nos últimos anos para o enfrentamento às consequências da mudança do clima. Além da adesão ao ICLEI e à participação no projeto Urban LEDS – Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono, Sorocaba já fez o seu Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE); elaborou a Política Municipal sobre Mudanças Climáticas; e firmou compromisso com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia.

Durante o workshop, os participantes vão conhecer o escopo do projeto; a metodologia para formulação do índice de riscos climáticos; a ferramenta MOVE; o modelo de projeção climática e tendências para as cidades; os dados e informações necessárias para elaboração do índice de risco climático; o que Sorocaba já possui de informação; validar as ameaças a serem analisadas; identificar fontes adicionais de informações e dados para refinamento do índice de risco climático; e validar o cronograma.

A empresa Way Carbon é a responsável por fazer a análise de risco e vulnerabilidade climática das cidades participantes do Urban-LEDS II. Podem participar do workshop funcionários de secretarias municipais e órgãos de outras esferas de governo, bem como sociedade civil em geral, especialmente os que tiverem informações para aprimorar o estudo. É proposta a realização das análises de impactos sobre o meio físico (inundação e deslizamento) e impacto sobre a saúde (dengue e ondas de calor).

O projeto Urban-LEDS II: Acelerando a ação climática por meio da promoção de Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono é implementado pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e ONU-Habitat e financiado pela Comissão Europeia. Na sua segunda etapa, o projeto abrange quatro novos países – Colômbia, Ruanda, Laos e Bangladesh-, além dos quatro países participantes da primeira etapa – Brasil, Índia, Indonésia e África do Sul.

Com um investimento de 8 milhões de euros, o projeto apoia aproximadamente 60 cidades ao redor do mundo, na condução de suas estratégias climáticas alinhadas ao Acordo de Paris. No Brasil, oito cidades participam do projeto desde a primeira fase (2012-2016): Betim/MG, Belo Horizonte/MG, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Porto Alegre/RS, Rio de Janeiro/RJ, Recife/PE e Sorocaba/SP. Saiba mais, acessando o site do projeto: https://urban-leds.org/.

Programação

09h00 – Regras da casa e apresentação da agenda do dia, com Melina Amoni, gerente de Risco Climático e Adaptação da WayCarbon

09h10 – Abertura e boas-vindas, com Maurício Tavares da Mota, secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema) e de Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim), e Rodrigo Perpétuo, secretário-executivo do ICLEI América do Sul (Facilitador: Melina Amoni – WayCarbon)

09h20 – Apresentação do Projeto Urban-LEDS II, com Flavia Bellaguarda, assessora de Mudança do Clima – Brasil do ICLEI América do Sul

09h30 – Apresentação do escopo de trabalho, metodologia para análise de risco climático e ferramenta MOVE, com Melina Amoni, gerente de Risco Climático e Adaptação da WayCarbon

10h00 – O que a cidade já possui de informações: não estamos partindo do zero!, com Sara Regina de Amorim, técnica ambiental da Secretaria de Meio Ambiente de Sustentabilidade (Facilitador: Melina Amoni – WayCarbon)

10h20 – Debate: Perguntas e Respostas (Facilitador: Melina Amoni – WayCarbon)

10h50 – Próximos passos e encerramento, com Melina Amoni, gerente de Risco Climático e Adaptação da WayCarbon, e Flavia Bellaguarda, assessora de Mudança do Clima – Brasil do ICLEI América do Sul


Saiba mais