Crianças aprendem sobre a importância das abelhas e das aves em curso de férias no Parque da Água Vermelha

22 de julho de 2022 13:11

Por: Mariana Campos


O Parque da Água Vermelha “João Câncio Pereira” recebeu, nesta semana, 40 crianças de 5 a 7 anos para o curso de férias “Profissionais da Natureza: que bicho é esse? Qual a sua profissão?”. A programação educativa apresentou aos participantes, de forma lúdica, a importância das abelhas e das aves para a biodiversidade das florestas, além do que os seres humanos podem fazer para contribuir para a conservação desses animais.

Realizado pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, Proteção e Bem-Estar Animal (Sema), em parceria com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba e com o apoio do Clube de Observadores de Aves de Sorocaba (Coaves) e da Cooperativa dos Apicultores de Sorocaba e Região (Coapis), o curso de férias gratuito teve como objetivo proporcionar a conexão das crianças com a natureza e apresentar as profissões (serviços ambientais) que alguns animais realizam no meio ambiente.

As abelhas são insetos de extrema importância para os ecossistemas, pois são grandes polinizadoras e mantêm a sobrevivência de muitas plantas no Planeta Terra. Além disso, as abelhas produzem mel e própolis. No Brasil, estima-se que existam mais de 3 mil espécies de abelhas, muitas ainda não descritas. Entre elas, as mais conhecidas em nossa região são as mirins, as jataís, as iraís e as mandaçaias.

Já, as aves frugívoras (que se alimentam de frutos) desempenham um importante papel na manutenção das áreas verdes, pois são responsáveis pela dispersão da maioria das plantas de uma floresta, seja derrubando as sementes dos bicos ou ainda por meio da disseminação das sementes pelas fezes. Elas são conhecidas como as “jardineiras” da cidade.

Na quinta-feira (21), a programação contou com uma peça teatral, com a personagem Isabelha, que apresentou a profissão das abelhas na floresta às crianças. Divididos em grupos, meninos e meninas também participaram de um caça ao tesouro das abelhas pelo parque e o tesouro encontrado foi um mel que elas puderam experimentar.

Já, nesta sexta-feira (22), segundo e último dia do curso de férias, os participantes aprenderam sobre os serviços ecossistêmicos das aves e os serviços ambientais prestados pelos seres humanos que podem ajudar a natureza.

Uma das atividades foi uma oficina na qual os participantes confeccionaram esferas de sementes e aprenderam a técnica desenvolvida por Masanobu Fukuoka, cujo objetivo é dispersar e plantar sementes de forma simples, prática e divertida. A técnica mistura adubo, argila e sementes, formando esferas que, jogadas sobre a terra, derretem e germinam. Após a confecção, cada criança jogou a sua esfera no próprio parque, contribuindo com arborização do local. Eles também fizeram uma trilha e conheceram algumas espécies de aves que habitam o local e suas características, além de visitarem a nascente do parque.

Sobre o Parque da Água Vermelha

Inaugurado em 1990, o Parque da Água Vermelha é uma ilha verde na cidade, repleto de biodiversidade, com diferentes espécies de aves, peixes, répteis, anfíbios, entre outros animais.

O espaço possui lagos, além de 20 mil metros quadrados de área verde ocupada por diferentes plantas e árvores frutíferas. No espaço, o público pode usufruir de instalações e equipamentos de lazer, como playground, jardim sensorial, quiosques, mesas para piquenique, lagos, ponte, pista de caminhada ao redor dos lagos, instalações sanitárias e bebedouros, bem como utilizar essa estrutura para realizar atividades educativas e culturais.

O Parque da Água Vermelha “João Câncio Pereira” está localizado na Rua România, 150, no Jardim Europa, e funciona de terça a domingo, das 8h às 17h. A entrada é gratuita. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3221-6643.


Saiba mais