Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Governo Federal garante internacionalização do Aeroporto de Sorocaba e aposta em concessão

10 de fevereiro de 2021 21:12

Por: Eduardo Santinon


A Prefeitura de Sorocaba recebeu da Secretaria Nacional de Aviação Civil, ligada ao Ministério da Infraestrutura, a garantia de que, independentemente do prazo que levar para o cumprindo de todos os requisitos, o Aeroporto de Sorocaba terá sua internacionalização.


A confirmação foi feita pelo secretário nacional da Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann, ao prefeito Rodrigo Manga, em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (10), em Brasília. O secretário de Administração Fausto Bossolo, o vereador Ítalo Moreira e o economista Geraldo Almeida também participaram do encontro, na sede da Secretaria Nacional.


“Havia rumores de que apenas um aeroporto da região de Sorocaba seria internacionalizado. O Catarina, por se tratar de empreendimento privado e mais moderno, está com processo adiantado, mas o de Sorocaba não ficará para trás e o Poder Público Municipal fará o que estiver ao seu alcance para que também receba essa certificação”, destacou o prefeito.


Segundo o secretário nacional, Sorocaba é uma região estratégica e, como polo de investimento e desenvolvimento, comporta dois aeroportos internacionais. “Acredito que a concessão do Aeroporto de Sorocaba, que deve sair ainda neste ano, vai contribuir, e muito, para a sua internacionalização, pois a iniciativa privada geralmente tem mais recursos para atender todas as exigências da Receita Federal, Polícia Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária e Vigilância Agropecuária Internacional, de forma menos burocrática”, explicou.


Geraldo Almeida lembrou do histórico de Sorocaba com a aviação, o que tornou a cidade o segundo maior polo mundial de manutenção de aeronaves. “Saímos satisfeitos dessa reunião, pois temos a certeza de que o Governo Federal está olhando e apostando em Sorocaba”, completou.


Entre as medidas que devem ser cumpridas para que o Aeroporto de Sorocaba se habilite para a internacionalização, está a delimitação de áreas públicas e privadas e o respectivo cercamento delas, além da implantação de um controle aduaneiro e de um sistema de tratamento de resíduos sólidos.

Fotos: Secom/Divulgação


Saiba mais