Prefeitura e Governo do Estado anunciam investimentos para mitigar prejuízos causados por chuvas intensas do fim de semana

 

Fotos: Michelle Alves, Eduardo Santinon e Renata Giron/Secom e Thiago Delmonde/Segov

Por: Eduardo Santinon e Rose Campos

 

Entre as medidas está antecipar a liberação de recursos de verbas impositivas de deputados e vereadores para o Hospital GPACI

 

A Prefeitura de Sorocaba e o Governo do Estado de São Paulo anunciaram uma série de investimentos emergenciais para a cidade, com o objetivo de mitigar os prejuízos causados pela intensa chuva registrada no último fim de semana. O anúncio foi feito pelo governador Tarcísio de Freitas, que esteve em Sorocaba na tarde desta segunda-feira (22), para vistoriar os pontos atingidos por enchentes.

Uma das medidas que serão adotadas, por parte da Administração Municipal, será destinar, já em janeiro, R$ 2,5 milhões em recursos para serem aplicados no hospital GPACI (Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil). Na sequência, em fevereiro, mais R$ 2,2 milhões a essa instituição, relativos à antecipação de emendas impositivas de vereadores, inicialmente previstas para serem atendidas ao longo de 2024.

A prioridade é socorrer as famílias prejudicadas, o que ainda está sendo feito. Depois, restaurar os locais atingidos pelos alagamentos e dar todo apoio para que Sorocaba volte à normalidade. A Prefeitura de Sorocaba manteve contato com o governador desde as primeiras chuvas no sábado de madrugada e essa vinda dele mostra a importância da cidade de Sorocaba no cenário estadual.

Na mesma, linha, o governador cogitou antecipar a liberação de emendas impositivas de deputados estaduais e federais em prol do GPACI, considerado referência nacional no tratamento de crianças com câncer. Antes, porém, a prioridade local é suprir o hospital, com medicamentos para atender os pacientes, mediante remanejamento de insumos a partir de outras unidades de saúde. A direção da instituição também fará um inventário de equipamentos e outros bens que precisam ser repostos, para ser encaminhado ao Estado. Em um primeiro momento, os prejuízos chegariam a R$ 6,8 milhões.

“O GPACI é uma prioridade do Estado. O esforço é conjunto para atender as necessidades dessa instituição, bem como reconstruir pontos devastados em Sorocaba. A Prefeitura tem feito um trabalho exemplar nesse sentido”, disse Tarcísio de Freitas, durante visita ao GPACI. Antes, porém, durante encontro no Paço Municipal, o governador enfatizou que sua equipe manterá contato direto com a Administração Municipal, de forma a definir como o Estado pode contribuir para acelerar o andamento dessas obras necessárias de infraestrutura.

O governador, junto do Coordenador da Defesa Civil do Estado, Coronel Hengel Ricardo Pereira, e da equipe da Prefeitura também estiveram na região do Parque das Águas, para constatar os trabalhos de rescaldo decorrentes das chuvas do fim de semana e que tiveram recorde histórico. Inclusive, uma equipe da Defesa Civil do Estado, sob comando da Major PM Tatiana Rocha, já havia visitado outros locais da cidade, no domingo (21). Do Estado, Sorocaba recebeu colchões, cestas básicas e kits de limpeza e higiene pessoal.

“Sorocaba, Socorro e Peruíbe foram a cidades mais castigadas pelas chuvas no Estado e não vamos deixá-las desamparadas”, pontuou o governador. O acumulado de precipitação registrado nos últimos três dias em Sorocaba soma 274 milímetros, sendo que o previsto para o fim de semana todo, pela Defesa Civil do Estado de São Paulo, era de 130 mm. O acumulado no mês de janeiro é de 407 mm, quantidade acima da média histórica de 368 mm para o período, levando em consideração os últimos 10 anos.

Segundo a Administração Municipal, o apoio que Sorocaba precisa vem não apenas de recursos materiais, essenciais para a normalização de toda a infraestrutura e dos serviços oferecidos pelo município, mas proporciona também um suporte no sentido de que a cidade pode contar com essa parceria do Governo do Estado..

No GPACI, o governador e o prefeito foram recebidos pela presidente da instituição, Maria Lúcia Neiva de Lima e pela vice-presidente e diretora de arrecadação Gláucia dos Santos Cabral Blazeck, entre outros funcionários. Secretários municipais também participaram da visita, assim como o deputados e  vereadores.

 

ACESSO À INFORMAÇÃO