“Operação Ferro-velho” interdita três estabelecimentos irregulares

6 de março de 2024 16:44

Por: Luis Gustavo Peres Adabro


Equipes da “Operação Ferro-velho” interditaram temporariamente, nesta terça-feira (5), três estabelecimentos, sendo um deles na Zona Leste e dois na Zona Norte da cidade, devido à constatação irregularidades.

A “Operação Ferro-velho” é realizada pelas equipes do Setor de Fiscalização de Posturas da Secretaria Planejamento e Desenvolvimento Urbano (Seplan), Secretaria de Segurança Urbana (Sesu), Guarda Civil Municipal (GCM), Setor de Zoonoses da Secretaria da Saúde (SES) e Polícia Militar (PM).

A ação visa coibir casos de receptação de materiais sem procedência ou alvo de furto, assim como checar denúncias e identificar possíveis ocorrências nos âmbitos criminal e administrativo.

Os pontos vistoriados foram notificados para encerramento das atividades, todos por falta da licença de operação. Um deles, no Jardim Piratininga, porém, foi multado, pelo mesmo motivo, por se tratar de reincidência. Eles só poderão voltar a funcionar depois que o proprietário regularizar a situação do estabelecimento, cujo pedido pode ser feito on-line, direcionado à Seplan, pelo contador da empresa.

Os locais vistoriados são definidos, sobretudo, a partir de denúncias e informações apuradas pelos fiscais e pelas forças policiais, por meio de serviços de inteligência. O contato da população pode ser feito pelos telefones 156 (Atendimento da Prefeitura), 153 (GCM), 190 (Polícia Militar) ou pelo WhatsApp da Ouvidoria Geral do Município: (15) 99129-2426.

As atividades da “Operação ferro-velho” fiscalizaram, somente em 2023, 183 estabelecimentos, em todas as regiões da cidade. Desses, 79 foram notificados, 51 multados, três interditados temporariamente e um de maneira definitiva. Em 2024, até o momento, 35 pontos foram fiscalizados, dos quais 20 acabaram interditados temporariamente e um em definitivo. No total foram emitidas 11 notificações e oito multas, nesse período.

Os locais vistoriados são definidos, sobretudo, a partir de denúncias e informações apuradas pelos fiscais e pelas forças policiais, por meio de serviços de inteligência. O contato da população pode ser feito pelos telefones 156 (Atendimento da Prefeitura), 153 (GCM), 190 (Polícia Militar) ou pelo WhatsApp da Ouvidoria Geral do Município: (15) 99129-2426.


Saiba mais