Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Prefeitura busca parceria com USP para fomentar pesquisas científicas com o acervo arqueológico de Sorocaba

26 de novembro de 2021 18:11

Por: Mariana Campos


A Secretaria da Cultura (Secult), representada pelo secretário Luiz Antonio Zamuner, reuniu-se nesta quarta-feira (24), no Chalé Francês, com os coordenadores do Laboratório de Arqueologia e Antropologia Ambiental e Evolutiva da USP (Universidade de São Paulo), André Strauss, do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE), e Dr. Rodrigo Elias de Oliveira, do Instituto de Biociências (IB), para tratar de uma parceria de caráter científico e cultural, relacionada ao acervo arqueológico do Museu Histórico Sorocabano (MHS).

O objetivo foi de apresentar a importância de uma parceria neste sentido, buscando formalizar a disponibilização de peças do acervo arqueológico da cidade para serem objetos de pesquisa científica para alunos da instituição, que é uma das 60 universidades mais importantes do mundo. O encontro contou também com a presença do chefe de Divisão de Patrimônio Cultural e Histórico, André Mascarenhas, da chefe de Seção de Acervo Histórico, Tamiris Rodrigues, e da museóloga Daniella Moreira, servidores da Secretaria da Cultura de Sorocaba.

“Estamos verificando a possibilidade de uma parceria com o Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, por meio da elaboração de um Termo de Cooperação Cultural e Científico, para fomentar, ainda mais, a pesquisa cultural e científica em nossos museus. Sorocaba preserva um acervo histórico que é um registro muito rico e importante da nossa cultura”, explica Zamuner.

A Secretaria da Cultura recebe, com frequência, um grande número de pesquisadores interessados no acervo arqueológico do Museu Histórico Sorocabano (MHS), principalmente ligados à USP e, justamente em razão de uma dessas pesquisas científicas, é que o vaso de cerâmica do MHS, do Período Colonial, foi emprestado e hoje faz parte da mostra coletiva da 34ª Bienal de São Paulo.

Os coordenadores, profissionais de grande notoriedade na área, estiveram em Sorocaba para acompanhar a pesquisa que está sendo realizada pelo mestrando em Arqueologia da USP, o sorocabano Mateus Lopes Teixeira, o qual também participou do encontro, para orientar a questão da higienização e organização das peças do MHS.

O acervo do Museu Histórico Sorocabano conta toda a história do surgimento do município e seus moradores e personalidades, muitos com participação ativa na formação e desenvolvimento, não só da cidade, como de todo o país. O espaço possui peças, incluindo mobiliário, quadros, objetos de arte popular, material arqueológico histórico e pré-histórico riquíssimo, como urnas funerárias, cerâmicas, pedras lascadas, machados líticos, pontas de flecha, além de peças nem tão antigas, como máquinas registradoras, de datilografia, de costura, relógios, bustos, entre outras.

É um dos poucos museus do Sudoeste paulista que pode receber acervo arquelógico pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), autarquia federal vinculada ao Ministério do Turismo, que responde pela preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro. Cabe ao Iphan proteger e promover os bens culturais do País, assegurando sua permanência e usufruto para as gerações presentes e futuras.

A Secretaria da Cultura está localizada na Casa 52, que fica na Avenida Afonso Vergueiro, s/nº, no Jardim Maylasky, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3212-8170 ou pelo e-mail: secult@sorocaba.sp.gov.br.


Saiba mais