Prefeitura de Sorocaba e Saae executam implantação de muro de contenção em obras do Reservatório de Detenção de Cheias (RDC) no Parque Vitória Régia II

6 de agosto de 2023 18:18

Por: Evelyn Azevedo


A Prefeitura de Sorocaba, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), executa, desde o início de julho deste ano, e com previsão de término ainda neste mês de agosto, as obras de implantação de muro de contenção (dique maciço) no Parque Vitória Régia II. O muro de contenção é parte integrante do conjunto de estruturas que compõem o futuro Reservatório de Detenção de Cheias (RDC), que está sendo construído no trecho composto pelo quadrilátero formado pelas ruas José Martinez Peres e Dr. Heitor Ferreira Prestes.

O dique maciço possui cerca de 3,5 metros de altura, com 4 metros de largura na crista do talude (parte alta), somando, aproximadamente, 200 metros de extensão, iniciando-se no entroncamento com a ponte, que interliga o Parque Vitória Régia II com a Avenida General Motors, percorrendo a margem do Rio Sorocaba paralelamente à Rua José Martinez e virando à direita para a Rua Osório Antunes de Lima, até chegar nas proximidades da Rua Doutor Heitor Ferreira Prestes. Foram necessários por volta de 25 mil metros cúbicos de terra para a obra, equivalentes a pouco mais de dois mil caminhões cheios.

O RDC do Parque Vitória Régia II trata-se de um sistema completo para controle de enchentes, composto pelo muro de contenção, reservatório de águas pluviais, dutos e sistema de bombeamento.

“Essa grande obra faz parte do nosso Plano de Governo e é uma das nossas prioridades, pois será fundamental para minimizar a possibilidade de inundações no bairro, beneficiando toda a população residente na área, colaborando para o fim da insegurança dessas famílias em dias de chuva”, destacou o prefeito Rodrigo Manga.

A iniciativa é uma das várias obras de drenagem do Saae/Sorocaba e está prevista para ser entregue no próximo ano. Segundo o diretor-geral da autarquia, Tiago Suckow, o novo RDC está sendo construído em uma área de várzea, com bastante umidade, com cota topográfica muito próxima do nível do Rio Sorocaba. “O processo de ocupação urbana do município, que se intensificou a partir dos anos 1980, trouxe como consequência a impermeabilização do solo, acarretando alagamentos nos dias de chuvas intensas. Com o dique, já conseguimos amenizar boa parte do problema, mas, nos próximos dias, iniciaremos as escavações para construção do lago, para termos uma área para auxiliar e reservar toda a água que desce pelo entorno, além de outras etapas da obra, que servirão para conter o transbordamento do rio nessa região e em áreas adjacentes”, explicou.

Fotos: Saae/Sorocaba/Divulgação


Saiba mais