Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

PTS e CET selecionam empresas para integrá-las à Indústria 4.0

27 de outubro de 2021 20:20

Por: Secom


O Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) e o Centro de Excelência em Tecnologia (CET) 4.0 buscam integrar empresas da cidade e região à Indústria 4.0. Por isso, ao longo de três meses, 12 instituições interessadas, dos mais diversos ramos de atuação, foram analisadas e, na manhã desta terça-feira (26), receberam a chamada devolutiva, resultado da avaliação que aponta em que estágio se encontram em relação à aplicação de tecnologia.

O diagnóstico foi elaborado por uma equipe de mentores coordenada pelo CET 4.0. Também foram realizadas visitas às empresas para a coleta de dados e, em seguida, foi feita a análise de cada instituição. “Assim, descobrimos se é necessário o investimento em capacitação técnica dos colaboradores, em equipamentos ou outros itens. Tudo isso tem o propósito de levar a empresa à Indústria 4.0”, ressalta o presidente do Parque Tecnológico, Nelson Tadeu Cancellara.

Coordenador do PTS e do CET 4.0, Edson Bruno Leite acrescenta que o projeto é o elo entre as empresas que pretendem expandir seus negócios e as instituições de ensino, entidades e outras fábricas dispostas a colaborar com esse propósito. Por isso, a devolutiva apresenta um relatório com métodos que levam ao aprimoramento da eficiência e da produtividade.

Nelson Cancellara explica que o trabalho avalia o estágio das empresas em relação ao uso da tecnologia. A partir disso, são definidas as propostas e ações a serem adotadas. “Estar integrado à Indústria 4.0 nem sempre significa contar com um ‘robô’ dentro da empresa”, destaca. “Há outras coisas que permeiam essa questão e que apontamos por meio do nosso diagnóstico”, completa.
Na entrega das devolutivas, realizada na sede do CET 4.0, os empresários, recebidos pelo presidente do PTS, foram informados sobre a metodologia e os projetos encabeçados pelo CET.

Participaram de palestras com o diretor-executivo da Agência de Desenvolvimento e Inovação de Sorocaba (Inova), empresa que presta serviço ao PTS, André Santos; com o professor da Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens), Antônio Carlos Gomes, e com o consultor da DS4, Fábio Fernandes.

O evento teve, ainda, as presenças de Henrique Salomão e Jucilene Almeida, representantes do Sebrae e Senai, respectivamente; Marimar Guidorzi, consultora metodológica do CET 4.0, bem como dos professores Denilson Mirim (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP), Sérgio Shimura (IFSP), Luiz Marins (Anthropos), Eduardo Godoy (Unesp) e o consultor da Formanto, Francisco Mantovani. “Foi uma atividade importante para fortalecer e contribuir para a ampliação das iniciativas do CET 4.0 para a região”, conclui André Santos.

Empresas interessadas em participar do programa de integração à Indústria 4.0 podem entrar em contato com o PTS e CET 4.0, pelo telefone: (15) 3316-2323 ou pelo e-mail contato@empts.com.br.

Indústria 4.0

A Indústria 4.0, também chamada de Quarta Revolução Industrial, engloba um amplo sistema de tecnologias avançadas, como inteligência artificial, robótica, internet das coisas e computação em nuvem, que está mudando as formas de produção e os modelos de negócios no Brasil e no mundo. Inovação, eficiência e customização são as palavras-chave para definir o conceito de Indústria 4.0, fenômeno com impacto significativo na produtividade e no desenvolvimento de produtos em larga escala e que propicia a integração do País em cadeias globais de valor.

Sobre o CET 4.0

Inaugurado em 25 de julho deste ano pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo prefeito Rodrigo Manga, o Centro de Excelência em Tecnologia 4.0 é um hub de empresas que buscam soluções em tecnologia com o conceito de Indústria 4.0. Baseado em inovações, utiliza internet 5G, automação, robótica e Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) – tecnologia que permite a comunicação entre máquinas -, entre outras soluções.

A iniciativa beneficia instituições de todos os portes e que compõem a rede de fornecedores de empresas-âncoras, abrangendo o ecossistema de negócios da região. O objetivo final é tornar a indústria brasileira mais competitiva no mercado mundial.

O CET 4.0 tem como parceiros o Governo Federal e a Prefeitura de Sorocaba, por meio do Parque Tecnológico, além do apoio de instituições de ensino, centros de pesquisa, consultorias especializadas e parceiros envolvidos no ambiente da produção industrial.

Fotos: Divulgação


Saiba mais