Sorocaba assina convênio do programa VivaLeite com o Governo do Estado de São Paulo

13 de dezembro de 2023 18:16

Por: Bruno Monteiro Rodrigues


O Município de Sorocaba assinou, na manhã desta quarta-feira (13), no auditório do Centro Universitário Facens, a renovação do convênio do programa VivaLeite com o Governo do Estado de São Paulo. A assinatura foi feita pelo prefeito e atual presidente da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), Rodrigo Manga, no evento que também contou com a presença do secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento, e autoridades regionais.

Além de Sorocaba, as regiões de Campinas, Piracicaba e São João da Boa Vista também serão contempladas com a renovação de cinco anos. Ao todo, mais de 30 famílias, em 121 cidades paulistas, serão beneficiadas com a distribuição de mais de 440 mil litros de leite.

Também estiveram presentes no evento as secretárias municipais Ana Cláudia Fauaz, da Cidadania (Secid), e Fernanda Burattini, de Comunicação (Secom), o coordenador de  Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Frederico Rozansk, o diretor do Instituto de Pesquisas do Centro Universitário Facens, Marcos Bregantin, prefeitos e secretários municipais de cidades contempladas com o programa.

O Vivaleite tem como objetivo oferecer um complemento alimentar seguro e de alto valor nutritivo, enriquecido com Ferro e Vitaminas A e D, às crianças de baixa renda que vivem em situação de vulnerabilidade social no Estado.

Em Sorocaba, o programa beneficia 640 pessoas, com mais de 18 mil litros. “Esse é mais um importante programa que favorece nossa cidade, além da nova unidade móvel do restaurante Bom Prato e das Casas Terapêuticas, que estão sendo implantados em Sorocaba. Essa parceria entre Estado e Município tende a crescer ainda mais e beneficiar cada vez mais pessoas”, destacou o prefeito Rodrigo Manga.

“Trata-se de um programa, com mais de 30 anos de existência, que beneficia milhares de pessoas. Com o trabalho que fazemos, é possível acompanhar as necessidades, bem como o crescimento e evolução das crianças nos municípios que contam com esse benefício fundamental. A ideia, no futuro, é também ampliar a distribuição no interior do estado para contemplar os idosos, assim como já acontece na capital”, pontuou o secretário de Estado do Desenvolvimento Social.


Saiba mais