Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Sorocaba tem implantada 1ª Escola Cívico-militar do Estado na E.M. “Matheus Maylasky”

17 de maio de 2021 14:50

Por: Bruno Rodrigues


Fotos: Adriana Massa / Secom Divulgação

A Prefeitura de Sorocaba oficializou, na manhã desta segunda-feira (17), a implantação do Programa Escola Cívico-militar (Pecim) na E.M. “Matheus Maylasky”. A unidade escolar, que tem 875 estudantes, sendo 423 dos anos finais do Ensino Fundamental, é a primeira a receber o programa no Estado de São Paulo.

O Programa Nacional da Escola Cívico-militar é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Ministério da Defesa (MD). O MEC informa que não haverá alteração no conteúdo das disciplinas escolares, pois será seguida a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e os militares darão apoio ao corpo docente, não ocupando cargos dos profissionais da Educação. Tem como ações a participação de atos cívicos, o desenvolvimento de espírito de civismo e patriotismo, estímulo de atitudes, elaboração e execução do “Projeto Valores”, que estará em consonância com o Projeto Político-pedagógico (PPP) da unidade escolar.

O Pecim, explica o MEC, tem como norte um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa, que contará com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares. O programa visa contribuir com a qualidade do ensino na educação básica, além de propiciar aos alunos, professores e funcionários uma atuação focada na melhoria do ambiente e da convivência escolar. Além disso, os monitores acompanharão as atividades fora de sala de aula, bem como a entrada, saída e o intervalo dos estudantes.

No ato de implantação da Escola Cívico-militar na E.M. “Matheus Maylasky”, foram apresentados os monitores que atuarão na unidade escolar. São 13 militares, sendo dois oficiais (um Capitão do Exército e um Capitão de Mar e guerra da Marinha), um Segundo-sargento e 10 suboficiais, todos da Reserva. “É uma alegria muito grande poder participar deste ato, com Sorocaba saindo na frente e sendo a primeira cidade a implantar o programa da Escola Cívico-militar no Estado. É um momento histórico para a cidade”, afirmou o prefeito Rodrigo Manga.

O secretário da Educação, Marcio Carrara, comentou que o programa é bem recebido pela comunidade escolar. “Estamos muito felizes e confiantes de que esta parceria trará resultados positivos para a Educação do município”, disse o secretário.

O Capitão de Mar e Guerra da Marinha, Antonio Carlos Mendes, que será oficial de gestão escolar na “Matheus Maylasky”, enalteceu a disposição do município na adesão ao programa. “Gostaríamos de agradecer Sorocaba, na figura do prefeito Rodrigo Manga, pela confiança em nosso programa, que tem a proposta de melhorar a disciplina, o relacionamento entre as pessoas, a relação ensino-aprendizagem e a valorização dos nossos símbolos pátrios” salientou.

Presente na ocasião, a mãe do estudante do 8º ano da E.M. “Matheus Maylasky”, Luca Castro, de 13 anos, Leila Rejane de Castro, comemorou a implantação. “Estamos muito contentes com o programa, porque a Educação será ainda mais fortalecida nesta escola, que já é respeitada e tradicional na cidade. Além disso, os alunos terão referências e melhorarão a questão disciplinar. Isso vai aumentar o senso de responsabilidade e de valores também”.

Participaram da solenidade, além do prefeito Rodrigo Manga, os secretários Marcio Carrara, da Educação (Sedu); Luciana Mendes da Fonseca, Jurídica (SAJ); Luiz Henrique Galvão, de Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim) e Fernanda Burattini, de Comunicação (Secom); os Capitães de Mar e Guerra da Reserva da Marinha, Antonio Carlos Mendes e Paulo Marcelo Marques Peixoto; o capitão Irineu Santana da Silva; Evandro Bueno da Silva, ouvidor-geral do Município e, representando a Câmara Municipal, os vereadores Luis Santos, Dylan Dantas e Vinicius Aith, além dos deputados estaduais Douglas Garcia e Tenente Coimbra e do diretor da E.M. “Matheus Maylasky”, Roberto Martinez.


Saiba mais