Agência Sorocaba de Notícias

SECOM

Workshop sobre a linguagem do violão será realizado no Barracão Cultural

7 de dezembro de 2021 18:16

Por: Secom


Nesta quinta-feira (9), das 19h30 às 21h30, o músico e compositor Zé Marcos realizará um workshop sobre a linguagem do violão, no Barracão Cultural, localizado na Avenida Afonso Vergueiro, 310, no Centro, ao lado da antiga Estação Ferroviária. Realizada com apoio da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), a atividade é gratuita e aberta a qualquer pessoa interessada no instrumento musical.

O objetivo do artista é compartilhar com o público o seu método de ensino e processo de criação musical. Em novembro deste ano, Zé Marcos fez o show de lançamento do CD “Linha de Chegada”, no Teatro Municipal “Teotônio Vilela” (TMTV), gravado por meio do edital da Lei de Incentivo à Cultura (Linc) de Sorocaba, em 2018. Já, o workshop será uma contrapartida do artista ao Município.

Zé Marcos é autor da publicação “Violão – Guia de Ensino e Aprendizagem”, lançado pela Editora Jogo de Palavras. O livro reúne a metodologia criada pelo artista em décadas de docência, que tem como diferencial a interação, pois propõe o diálogo entre dois violões, de modo que os exercícios resultam em uma sonoridade mais rica, auxiliando a percepção auditiva do aluno na compreensão da linguagem musical, conduzida com o acompanhamento do professor.

Por meio dessa didática, os conceitos e a coordenação vão sendo assimilados de forma orgânica pelo aluno. Todas as práticas sugeridas no guia acompanham playbacks, cifras e partituras. As músicas da publicação, em diferentes andamentos e gêneros, foram compostas pelo próprio autor para ilustrar todo o processo de ensino.

Bacharel pela Faculdade Mozarteum, Zé Marcos foi vencedor do concurso Jovens Instrumentistas, do Conservatório Villa-Lobos, de São Paulo. Frequentou o CLAM (Centro Livre de Aprendizagem Musical), do Zimbo Trio, e fez cursos de especialização em Educação Popular, em Havana (Cuba) e História da Música, na Unimep, além de Regência, no Conservatório de Tatuí.

Foi idealizador de projetos, como “Caminhos do Violão” e ciclo “Música e Anos 80”, atuando ao lado de nomes como Tom Zé e Arrigo Barnabé. Como músico acompanhante, tem percorrido todo o país com o artista mineiro Zeca Colares e, já esteve em turnê por Portugal, com a cantora Marcia Mah. Tem seu nome no livro “Violões do Brasil”, antologia organizada por Miriam Taubakin sobre os principais violonistas em atividade no país.


Saiba mais