Prefeitura de Sorocaba inicia recuperação completa de toda a extensão de ciclovias na cidade

13 de abril de 2023 14:03

Por: Eduardo Santinon (esantinon@sorocaba.sp.gov.br)


 

Malha cicloviária também será ampliada em locais estudados para receber esse modal; inclusive, obras viárias do programa “Sorocaba tem Pressa” já incluem também a construção de ciclovias

 

A Prefeitura de Sorocaba, por meio das Secretarias de Mobilidade (Semob), de Serviços Públicos e Obras (Serpo) e do Meio Ambiente, Proteção e Bem-estar Animal (Sema), além da Urbes – Trânsito e Transportes, iniciou, nesta quinta-feira (13), a recuperação completa de toda a extensão de ciclovias na cidade. Outra novidade fica por conta do novo layout da malha cicloviária de Sorocaba, nas cores azul, vermelha e amarela, em padrão que atende às regulamentações técnicas e de trânsito.

“Será a maior revitalização de ciclovias de Sorocaba. Os serviços vão incluir reparos, poda de árvores, roçagem, limpeza e manutenção da rede pública de iluminação e mais nova sinalização ao longo das pistas. Vamos deixar tudo em ordem, para atender todos aqueles que utilizam as ciclovias, seja para o lazer ou outros tipos de deslocamentos diários, como para ir trabalhar”, destacou o prefeito Rodrigo Manga, que fez o pontapé inicial desse programa de melhorias.

Os trabalhos começaram por trecho ao longo da Avenida Dom Aguirre e vão contemplar, durante o ano, todos os 128 quilômetros de malha cicloviária de Sorocaba. Na ocasião, o prefeito esteve acompanhado dos secretários municipais Carlos Eduardo Paschoini (Semob) e Darwin de Almeida Rosa (Serpo), além do diretor-presidente da Urbes, Sergio Barreto, e do ouvidor-geral do Município, Evandro Bueno.

As ciclovias terão piso na cor azul, com bordas laterais em vermelho e eixo central na cor amarela, indicando sentido duplo de circulação. De acordo com a Semob, ao longo do tempo, convencionou-se que a ciclovia é utilizada de forma compartilhada, por ciclistas e pedestres. Apesar das placas de sinalização informando sobre isso, ainda há interpretação equivocada por parte de muitos usuários, em função dela ser toda na cor vermelha, de que só poderia ser usada por ciclistas.

“Pensando nisso, mudamos o padrão, de modo a também destacar esse conceito de ciclovia compartilhada. O modelo atende às diretrizes, tanto do Manual de Sinalização Cicloviária, como do Código de Trânsito Brasileiro. Quem anda de bicicleta, faz caminhada ou corrida pode usar as ciclovias, pois todos são contemplados”, explicou o secretário da Semob.

A recuperação das ciclovias começou pelo trecho a partir da Ponte de Pinheiros e Praça Dom Tadeu Strunck e seguirá por toda a extensão ao longo da Avenida Dom Aguirre, até as proximidades do Parque das Águas e da Ponte da Radial Norte. “Trata-se de o trecho mais movimentado da ciclovia da cidade. Posteriormente, serão atendidas todas as ciclovias nos bairros, em todas as regiões da cidade”, completou o secretário.

A malha cicloviária de Sorocaba é uma das maiores do País, implantada para incentivar a mobilidade sustentável, pelo uso da bicicleta, distribuída em todas as regiões do município. Conta com um fluxo diário de aproximadamente 1.400 ciclistas, o que, informa a Semob, representa 32% da mobilidade diária não motorizada (a pé e bicicleta).

“Dessa forma, incentivamos, ainda mais, o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo, prática que já se tornou tradicional em nossa cidade. Além disso, vamos ampliar as ciclovias existentes, em locais estudados para receber esse modal. Inclusive, obras viárias previstas no programa ‘Sorocaba tem Pressa’, e que já começaram, incluem também a construção de ciclovias. Uma delas, por exemplo, é a parte inicial da marginal do Córrego Itanguá, inaugurada no ano passado, e que conta com esse dispositivo”, complementa o prefeito Rodrigo Manga.

 


Saiba mais