Prefeitura de Sorocaba vai reformar UBS Jardim Rodrigo e CEI-117

5 de fevereiro de 2021 9:22

Por: Bruno Rodrigues, Marcelo de Almeida Jr


Iniciativa foi anunciada, na tarde desta quinta-feira (4), com o objetivo de promover melhorias à população


A Prefeitura de Sorocaba anunciou, na tarde desta quinta-feira (4), que reformará a Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Rodrigo e o Centro de Educação Infantil (CEI-117) “Nathália Orejana”, na Zona Oeste.

A previsão é que as reformas sejam concluídas já no segundo semestre deste ano. Atualmente, os dois próprios municipais encontram-se interditados (saiba mais, abaixo).

Para que as reformas sejam iniciadas, primeiramente, será necessária a contratação de uma empresa para a manutenção periódica, preventiva e corretiva do sistema de captação de gases. Atualmente, somente está vigente um contrato de medição das emissões de gases no terreno.

Equipe de engenharia foi enviada ao local para realizar uma vistoria e emitiu laudo técnico de que é possível reformar os dois próprios, desde que haja em funcionamento adequado os serviços de manutenção do sistema de captação de gases e de medição das emissões. A Prefeitura informa que esses serviços, juntos, custarão R$ 349 mil, por ano, além da reforma da UBS, que somará um único valor pago de R$ 230 mil e do CEI-117, que será no valor também único de R$ 255 mil. Os aportes serão feitos pelas três pastas envolvidas, Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), da Educação (Sedu) e da Saúde (SES).

Para o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, as reformas somam mais um compromisso dessa gestão com as melhorias que a população da cidade tanto precisa e merece. “Até o próximo semestre, reformaremos essas unidades e a comunidade poderá voltar a usufruir dos serviços oferecidos nesses locais com toda segurança”, ressalta.

O vereador Rodrigo do Treviso, conhecido líder atuante em favor do bairro Jardim Rodrigo, elogiou a iniciativa da Prefeitura e se colocou à disposição para contribuir com as melhorias locais. “Os moradores estavam preocupados com as interdições e a Prefeitura já apresentou uma solução para essas duas importantes unidades da nossa localidade”, diz.


Entenda a interdição das unidades

Após receber denúncia de risco grave e iminente de segurança pública e comprometimento das instalações, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Defesa Civil, interditou, no dia 11 de janeiro, a área onde estavam funcionando a UBS Jardim Rodrigo e o CEI-117, esta última localizada no prédio da antiga Oficina do Saber.

O conhecimento sobre a situação crítica do local veio de servidores, que procuraram, no dia 7 de janeiro, o secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade, Dr. Antonio Prieto, para relatar o caso. Ao receber a denúncia, imediatamente foi mobilizada uma força tarefa entre a Sema e as Secretarias de Saúde, Educação, Segurança Urbana e Governo, além do próprio prefeito Rodrigo Manga, para levantar a situação.

Segundo mostram documentos levantados e uma inspeção de segurança realizada no dia 8 de janeiro, cujo relatório foi oficiado no dia 10 do mesmo mês, a área estava comprometida pela parcial inoperância, desde a gestão passada, dos equipamentos e componentes que fazem parte do sistema de captação de gases instalado no terreno, em se tratando de uma área de aterro sanitário. Da mesma forma, foi constatada a inexistência de contrato com empresa especializada para manutenção preventiva e corretiva desse sistema, que apresenta entupimento em alguns pontos da rede. Isso estava dificultando, inclusive, o monitoramento e a medição dos gases produzidos no terreno, sob as lajes dos prédios.

Ainda durante a inspeção de segurança realizada no dia 8 de janeiro, em uma primeira mediação aferida pelo técnico da empresa Aquarela Weber Ambiental, em um ponto instalado em uma das salas da UBS, os níveis de emissão de gás metano chegam a 100%, sendo que o máximo tolerável é 20%, o que significava risco iminente de explosão.

De acordo com relatos de servidores ao secretário Dr. Prieto, vários alertas, dentre eles os relatórios da empresa de medição Aquarela Weber Ambiental, foram feitos à antiga administração pública, sem retorno ou posicionamento sobre as ações e medidas a serem adotadas para a segurança da população e funcionários públicos. Por questões várias, a identidade dos servidores será resguardada.

Pelos relatórios de emissão de gases obtidos pela atual gestão, pelo menos, desde novembro do ano passado essa situação era de conhecimento da antiga administração. O caso grave tampouco foi relatado à equipe de transição de governo, que trabalhou junto à antiga administração durante todo o mês de dezembro.


Remanejamento do atendimento na UBS Jardim Rodrigo

Em função de todo o exposto, as consultas médicas e os exames realizados na UBS Jardim Rodrigo foram remanejadas, no dia 11 de janeiro, provisoriamente, para a UBS Lopes de Oliveira, na Vila Helena, Zona Norte.

Dessa forma, o CAPS AD Saca só, que hoje estava alocado na UBS Lopes de Oliveira, foi transferido, também provisoriamente, para a UBS São Guilherme, Zona Oeste, com atendimento no período diurno, sem prejuízo das atividades já exercidas na UBS. Caso haja necessidade de atendimento noturno, o mesmo será realizado em outro CAPS, no Roda Vida, situado no Centro.


CEI-117

Com a previsão do retorno das aulas presenciais em março, a Secretaria da Educação alocará as crianças do CEI-117 em unidades escolares próximas, até que a reforma do prédio atual seja concluída.


Saiba mais